Curso formativo “Santuários da Galiza”

A IDG fai-se eco do curso “Os Santuários Celtas da Galiza”, a decorrer estes dias, organizado pela Associação Profissional de Guias da Galiza (APIT), com o apoio e assessoria científica do Instituto Galego de Estudos Célticos (IGEC| The association of professional tourist guides in Galicia (APIT) is hosting a course on Galicia’s Celtic santuaries and sacred sites, aimed at providing tourism professionals with the basic understanding of Celtic culture, religion and some of its major landmarks in Galician territory. This course is validated by the Galician Institute for Celtic Studies (IGEC).

Deste jeito, a APIT pretende pôr em valor o nosso legado céltico como marca de identidade e elemento cultural de alto interesse para possíveis visitantes à nossa Terra. A correcta formação dos guias turísticos é entendida como fundamental para poder explicar com exactidão o que o/a potencial viageiro/a está a ver, o porque do que está a sentir. Em palavras do vozeiro e vice-presidente da APIT, Suso Martínez:

Portalém, Monte do Seixo, será visitada no domingo 26.

“Queremos que todo aquele ou aquela que sinta a conexão céltica tenha que fazer uma peregrinação à Galiza uma vez na sua vida, aos seus santuários milenares, pois esta também é ‘Terra Santa’, muito seguramente a mais sacra da Céltia”.

Porém, preocupados com o rigor histórico e com a informação que os guias profissionais possam empregar, a APIT conta em todo momento com a colaboração do IGEC, ocupado em desenvolver a parte formativa destas actividades. Isto só já vem demonstrar o cuidado, a sensibilidade e labor de dignificação cultural que acompanha este curso, chamando à geografia sagrada do País pelo seu nome e aprofundando no seu conhecimento desde uma perspectiva de respeito.

Assim, completada no fim de semana passado a introdução teórica e primeira saída de campo aos lugares da Torre da Corunha, Pena Molexa e Caminho de Teixido (entre outros), neste próximo fim de semana (25-26 Fevereiro) estão agendadas visitas no sábado a Buriz (Guitiriz), Croio das Penas de Rodas (Outeiro de Rei), Pena Moura de Donalbai (Begonte) e, no domingo, ao Facho Donom (Cangas do Morraço) e à montanha sagrada do Monte do Seixo.

Para mais informação e imagens visitem o programa na página oficial da APIT e o seu perfil em facebook.

 

Actualização: Eventos já concluídos. Resumos das jornadas na página do IGEC: Parte I e Parte II.

 

Membros da IDG participam nestas jornadas a título estritamente individual. A IDG não tem nenhum tipo de relação formal tanto com a APIT como com o IGEC, se bem muitas informações e cordiais experiências pessoais possam ser partilhadas entre os seus membros de forma privada. 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: