Filiaçom

Página principal sobre a IDG

A festa e a celebraçom requerem trabalho e organizaçom prévia. Queres botar umha mao?

A IDG distingue entre Druidistas (Crentes) em geral, um corpo de Caminhantes (membros oficiais da IDG), e ainda depois três possíveis títulos: o Bardo, que é um título honorífico, e dous graus religiosos que requerem dumha iniciaçom formal como som Ovate (iniciado/a) e Durvate (Druida/Druidesa).

 

As e os Druidistas (Crentes ou Simpatizantes) nom tenhem que dar o seu nome para nada nem se alistarem em rem. Esse ou essa podes ser tu, lendo estas linhas e entendendo o que é a Druidaria e o papel da nossa Terra nela.

A Irmandade tentará sempre estender os seus serviços e ajuda de forma desinteressada a Druidistas, sem restriçom de raça, origem ou orientaçom sexual. Umha Simpatizante/Crente/Druidista de base pode participar nas actividades públicas da IDG sem maiores formalismos observando umhas normas de conduta e respeito básicas. O conjunto de todos e todas as crentes druídicas galaicas é o que denominamos a Treba Mor (Grande Tribo) ou Comunidade.

Encorajamos sempre a que as Druidistas comuniquem directamente com a IDG e participem de forma activa nas suas redes sociais e eventos públicos, especialmente se nalgum momento consideram a via da Caminhante. Assim tamém teremos actualizada a nossa base social e evitaremos confusons e demoras na possível prestaçom de serviços.

 

A Caminhante é umha pessoa que entra a formar parte da estrutura orgânica da IDG e que, talvez, aspira a umha eventual iniciaçom. É alguém que vai um passo além, adquirindo um decidido compromisso pessoal e prático – maos à obra – na ajuda regular à IDG. Aguarda-se dumha aspirante a Caminhante que tome um papel claramente activo na relaçom com a IDG no sentido de comunicar, voluntariar-se, persistir no tempo, etc. Essa aspirante deve demonstrar o seu interesse honesto e continuado.

A Caminhante respeita, aceita e defende os princípios druídicos, assim como a organizaçom e todas as normas internas da IDG. A uniom de todos e todas as Caminhantes é o Clã Mor (Grande Clã), um grupo de trabalho e confiança mútua onde essa confiança deve ser ganhada.

Se estás pensando em virar Caminhante, antes de mais nada fai-te a pergunta: “Como posso eu ajudar a IDG?”.

Além disso, a IDG é umha associaçom religiosa fortemente vencelhada à sua Terra. Por este motivo, considera-se como algo lógico para alguém aspirante a Caminhante ter algum tipo de relacionamento com a Galiza/Norte de Portugal (por extenso a Galécia), seja familiar, vivencial ou emocional, conhecendo a sua cultura e idioma (a única língua de uso interno é o galego-português). Para crentes sem este tipo de conexom a IDG pode estender as suas simpatias, mas recomendaria a procura dum grupo mais próximo, um Clã onde realmente poida pôr em prática as suas crenças de forma plena e tangível.

Dadas essas primeiras observaçons, a candidata deverá ratificar a sua conformidade com as Nove Normas, os Estatutos e o Regulamento Interno da IDG e completar um formulário, depois do qual entrará num período de prova. Nesse tempo a pessoa valorará se é que se sente confortável no seio da IDG e, tamém, dará para ver se essa pessoa em verdade acredita nos preceitos da IDG, respeita a sua organizaçom e partilha as suas visons e objectivos.

Se depois disto tudo que foi explicado ainda consideras que gostarias de ser Caminhante, podes contactar com a Irmandade sobre este tema.

Como é óbvio – repetimos – nom é preciso ser Caminhante para ser simplesmente crente da Druidaria ou crente na linha representada pola IDG, e para solicitar os seus serviços ou fazer perguntas livremente. Estamos sempre de braços abertos a toda a gente.

Aclaramos tamém que na IDG nem existem quotas para membros nem tarifas polos nossos serviços religiosos. As nossas despesas som cobertas unicamente através de doaçons voluntárias directas ou via material.

PS. A IDG tem umha política de TOLERÂNCIA ZERO com todo comportamento sexista, racista, homófobo ou qualquer tipo de maltrato animal, assim como pessoas envolvidas em determinadas actividades ou profissons (por exemplo a caça); umha nota sobre estes aspectos >aqui<. A decisom final de aceitar ou nom um/ha Caminhante ou de fornecer serviços a um/ha Druidista é, no último caso, do Conselho Druídico.

 

Tomando o vieiro da iniciaçom formal nos seus distintos níveis: Todos os processos formais de iniciaçom e ordenaçom sacerdotal produzem-se ou bem por convite do Conselho Druídico a umha pessoa específica ou bem por petiçom pessoal directa dumha pessoa candidata a este Conselho, sujeita nesse caso à sua decisom inapelável. Contudo, é sempre preciso ser Caminhante durante um período mínimo de 9 meses para poder solicitar o passo a iniciado/a (Ovate). O possível passo posterior a Durvate (Druida/Druidesa) está sujeito aos seus próprios tempos, requisitos e treinos sob critério e autoridade exclusiva do Conselho Druídico. Quem nom compreender isto e nom tiver a requerida paciência simplesmente nunca poderá ser Durvate.

Estas e outras informaçons encontram-se disponíveis no apartado sobre a definiçom, estrutura e características da IDG.

Bem haja /|\

Nos grandes eventos ou nos pequenos detalhes. Ser Caminhante significa ajudar, na medida das possibilidades e capacidades de cada pessoa, mas com dedicaçom e honestidade.
Anúncios

One thought on “Filiaçom

Deixe um comentário / Leave a comment

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s