Posts Tagged ‘Durvate’

Galicia and Druidry (TV interview)

What is Druidry? What does it mean to be a “Celt” nowadays? Why is this relevant at all?
Druidry explains the deep spiritual connection between a people and their land, their past and their traditions. Being a Celt in the 21stC is gaining awareness of that ancient heritage and persevering in keeping it alive. Both aspects – Druidry and Celticity – are also a path into the future open to all. It is an example of how a society can embrace ageless but at the same time useful, forward-thinking values, and share them with the world.
Being a Celt is, then, studying, learning, respecting that past, but also reconstructing and living an identity in an educated and reasonable manner, establishing links with akin communities and individuals. Druidry is probably the best option to do that when that fond feeling emanates from the soul and the heart.
It is not only about what was, but what is, and what we want it to be for the times to come.
Welcome, fellow Celts, wherever you may be from.
(More information in English at our specific English page.)

NOTE: This interview is part of  the TV show “Spectacular Spain” (S01 E06), first aired on Channel 5 (UK) on May 5th, 2017. Alex Polizzi talks to Xoán ‘Milésio’ (Durvate Mór of the IDG). Reproduced here for educational purposes only. Subtitles in Galician-Portuguese by IDG.

PS. Do you like the IDG? You can help us continuing our work 🙂

[GL-PT] O que é a Druidaria? O que significa ser “celta” hoje em dia? Por que isso tudo é relevante em verdade?
A Druidaria explica a profunda conexão espiritual entre um povo e sua terra, o seu passado e as suas tradições. Ser celta no S. XXI significa decatar-se dessa antiga herança e perseverar em mantê-la viva. Ambos aspectos – Druidaria e celticidade – são também um caminho para o futuro, aberto a todos. É um exemplo de como uma sociedade pode abraçar valores eternos, mas ao mesmo tempo úteis, progressistas, e compartilhá-los com o mundo.
Ser Celta é, então, estudar, aprender, respeitar esse passado, mas também reconstruir e viver uma identidade de maneira educada e razoável, estabelecendo laços com comunidades e indivíduos afins. A Druidaria é provavelmente a melhor opção para fazer isso quando esse sentimento fundo emana da alma e do coração.
Não é apenas o que foi, mas o que é, e o que queremos que seja para os tempos vindouros.
Bem-vindos e bem-vindas, amigas celtas, de onde seja que sejades.

NOTA: Esta entrevista é parte do programa de TV “Spectacular Spain” (S01 E06), emitido originalmente em Channel 5 (UK) o 5 de Maio de 2017. Alex Polizzi fala com o Xoán ‘Milésio’ (Durvate Mór da IDG). Reproduzido aqui apenas para fins educacionais. Legendas em galego-português da IDG.

PD. Gostas da IDG? Tu podes ajudar a que este trabalho continue 🙂

Boas-vindas! Welcome!

(scroll down for English version)

Bem-vindos e bem-vindas, todos e todas, a este blogue nesta data especial que marca a apresentação pública da Irmandade Druídica Galaica.

Este era o dia no que tradicionalmente celebrava-se na Galiza o ponto culminante do período do Magusto, ou Samain, o ano novo Celta, no trânsito do 10 ao 11 de Novembro (Noite de Mortos). Pois, a mudança do calendário oficial no S. XVI criou um desajuste de dez dias, algo que não seria esquecido pelos galegos e galegas até séculos depois.

Assim, deste jeito, numa mágica noite de Lua cheia, enceta-se esta nova andaina com a intenção de alumiar uma parte fundamental da tradição espiritual galega, num exercício de orgulho e alegria.

Explorade as secções a vontade. Este espaço e as suas ferramentas associadas noutras plataformas da rede só podem ir crescendo e melhorando. Aliás, este é só o simples começo de algo que há ser construído pela união de aqueles e aquelas que lutam, amam e sentem duma determinada maneira muito especial.

/|\


Welcome everybody to this blog on this special day, marking the public presentation of the Pan-Galician Druidic Fellowship (Irmandade Druídica Galaica).

According to tradition, this was the main day when Magusto, or Samain, the Celtic new year, was celebrated in Galicia, in the transit from the 10th to the 11th of November (Night of the Dead). Indeed, changes to the official calendar in 16thC originated a ten-day discrepancy, a fact that will not be forgotten by Galicians for centuries.

In this fashion, under a magical Full Moon, a new project starts off with the aim of throwing some light on a fundamental aspect of the Galician espiritual tradition, in an excersise of pride and joy.

Do explore the different sections in this site at will. This blog and related internet tools can only grow and improve. Actually, this is just a simple beginning for something that shall be build by the joint effort of those who fight, love and feel in a very particular and special way.

/|\

Durvate logo