Vam 10 🎉

(scroll down for English version)

Iccona Loimina[GL] Dez é um número fácil de dizer, mas o caminho até aqui tivo um pouco de tudo, do fácil e do menos fácil.
Foi por volta destas horas no que este texto é publicado, mas dez anos no passado (2011), quando a IDG disse “olá” ao mundo de forma pública e aberta por primeira vez; dez anos, entom, desde que a IDG existe.

No percurso ficam muitos rituais, muitos encontros, congressos, concertos, textos e palavras, e muita gente disposta a construir cadaquém com o seu melhor. Fica também a “oficializaçom” da Druidaria Galaica em 2015, um acto administrativo outorgado por gentes alheias, mas necessário para dizer que aqui estám as nossas crenças, certezas e valores, cara a cara com quem quiser. Pois é: desde esse momento a Druidaria de nosso é um facto legal.

Quando a IDG nasceu era lógico colocarmo-nos sob a protecçom da Deusa Íccona Loimina /|\ pois Ela é
<<A Da Terra, A Da Égua Branca, A Grande Égua. Senhora dos Cavalos e todos os equídeos. Senhora e protectora dos Caminhos, Viagens e Comunicaçons. Patrona de todos aqueles e aquelas que falam, partilham, informam, divulgam e comunicam com honestidade, assim como de todas aquelas pessoas que viajam, peregrinam ou transportam algo>>

Nas suas maos queremos prosseguir, pois, no tempo que está por vir, e abofé que teremos muito que dizer e fazer no futuro.
Planos hai… e até aqui podemos contar 🙂

Avante! E obrigados/as por nos acompanhar.

 

[EN] Ten is a number easy enough to say, but the path leading us here has had a little bit of everything, easy not so easy parts.
It was around the time of the publication of this text, but ten years in the past (2011), when the IDG said “hello” to the world in an open and public manner for the first time ever. Ten years, then, since the IDG came into existence.

Along the way many rituals were had, many meetings, congresses, concerts, texts and words, and many people have been present willing to contribute with their best. There was also the moment when Galician Druidry became “official” in 2015, an administrative act granted from strangers, but necessary for us to state now that here are our beliefs, certainties and values, face to face with all the rest. Simply put, since that moment our Druidry is a legal fact.

When the IDG was born it was logical to place ourselves under the protection of Goddess Iccona Loimina /|\ because
<<She is of the Land, Of The White Mare, The Great Mare. The Lady of Horses and all of their extended family. Ruler and protector over all pathways, routes, journeys, courses and communications. She is patron of all who speak, who share, spread information and communicate with honesty just as She is of all who journey, who make pilgrimages and transport things>>

We wish to remain in Her hands in the times to come so, and in the hope that we will have a lot to say and do in the future.
There are plans indeed… but this is all we can tell for now 🙂

Marching on! Thank you for walking with us.

Mençons de honra

Seguindo no ronsel dos nossos sinceros agradecimentos e apreciaçom, é com grande ledícia que recebemos hoje a notícia da mençom especial que da Irmandade Druídica Galaica (IDG) fai o Instituto Galego de Estudos Célticos (IGEC). A nota é como segue (o negrito é intencional):

“[…] É também destacável a participação da Irmandade Druídica Galaica (IDG), que completou a jornada com a celebração dum ritual de Magusto (Samain) e Ano Novo Celta, mostrando assim alguns elementos da cultura céltica muitas vezes negligenciados … Se bem o IGEC e a IDG não têm nenhum tipo de relação formal, o IGEC agradece e congratula-se pelo possível benefício causado a outras associações, organismos ou instituições por causa da sua labor investigadora e de divulgação, assim como o poder contribuir a um melhor entendimento e espalhamento da cultura céltica em geral.

O IGEC continua assim, além da actividade estritamente académica, a mostrar como a cultura céltica está viva e é reclamada pela sociedade galega actual, de forma natural, lúdica e abrangendo múltiplos aspectos vivenciais.”

Como é explicado neste mesmo sítio e nos nossos estatutos, a IDG quer apresentar uma Druidaria adaptada aos nossos tempos, mas sempre respeitando as formas de expressom espiritual galegas herdadas ao longo dos séculos que nós (e nom só) consideramos tenhem um evidente carácter Celto-Atlântico. Por isso empregamos muitos elementos do denominado “reconstrucionismo”, isto é, prestar especial atençom à precisom histórica e evidências contrastáveis para conhecermos melhor – inferindo de entre todas essas fontes de informaçom  – a nossa própria religiom e a sua história e evoluçom.

Gostas da IDG? Tu podes ajudar a que este trabalho continue – Do you like the IDG? You can help us continuing our work 🙂

Celebraçons e agradecimentos

Após dez dias da apresentaçom pública da Irmandade Druídica Galaica, é só de justiça fazermo-nos eco do interesse e agradecermos os bons desejos que temos recebido neste curto espaço de tempo.

Nom se poderia pedir um melhor começo de ano e de época. Ainda temos, aliás, as emoçons acendidas depois do rito de Magusto (Samain) que teve lugar este passado sábado noite, onde quase cinquenta pessoas foram quem de transitar às apalpadelas esquecidos vieiros, entre água e lama, para estarem presentes no roteiro-convívio organizado pola A.C. Amigas da Cultura  (nom deixedes de visitar a nossa página aberta em Facebook para ver algumhas fotos e comentar). Um primeiro obrigado enorme, entom, a todos/as eles/as, e a Amigas da Cultura polo amável e muito apreciado convite.

Agradecer tamém o reconhecimento e simpatia de diversos grupos druídicos que tenhem comunicado connosco nestes dias: O Castro da Paraíba Brigaecoi (Brasil), o Conselho Druídico de Portugal,  a Henge of Keltria e Druída fundador Tony Taylor (EUA), a Hermandad Druida Dún Ailline (Catalunya), e ainda a Irish Druid Network (Irlanda), a Ár nDraíocht Féin (EUA) e a Order of Bards, Ovates and Druids (RU), entre outros.

Mas muito especialmente queremos agradecer à Orden Druida Fintan (Catalunya) e à sua Arqui-Druidesa, Esther Naghí, a sua inestimável ajuda e sábios conselhos. Moltes gràcies, doncs, per compartir amb nosaltres la teva experiència i coneixement.

Um bem haja sentido, outrossim, ao Manuel Camba e toda a gente da Liga Céltiga Galaica que expressaram um honesto interesse pela IDG e que tam bem nos receberam.

Um último obrigado por enquanto a todos/as aqueles/as que de formal individual tenhem falado connosco, contactado através do correio-e, Facebook, telefone… Em breve iremos dando resposta nom só a todas as vossas perguntas, senom tamém a muitas das vossas petiçons.

É por tudo isto tamém que começamos a incluir ligaçons a outras organizaçons druídicas, recursos célticos na rede e associaçons de interesse. Podem-se encontrar na parte inferior da coluna direita desta página.

NOTA: As ligaçons a outros grupos e comunidades druídicas NOM implica necessariamente partilharmos a sua visom ou percepçom da Druidaria; som simplesmente referências externas “amigas” para os/as Caminhantes terem acesso a mais pontos de vista e achegas à nossa religiom. O mesmo pode ser dito no caso da listagem de recursos e associaçons nom-druídicas e/ou célticas, que som incluídas aqui de forma unilateral e como jeito de expressar o nosso reconhecimento à sua labor, princípios e/ou apreciaçom polas informaçons fornecidas.

 

Gostas da IDG? Tu podes ajudar a que este trabalho continue – Do you like the IDG? You can help us continuing our work 🙂